Custos de produção da pecuária leiteira subiram 2,2% em outubro

Os custos de produção da atividade leiteira subiram em outubro, frente ao mês anterior. O indicador calculado pela Scot Consultoria teve alta de 2,2% no período.

O aumento nos preços dos alimentos concentrados energéticos, com destaque para o milho (boa demanda para exportação), dos alimentos proteicos e dos defensivos colaboraram para o cenário.

Em relação a igual período do ano passado, o indicador está 1,4% maior este ano. Com a menor remuneração no campo (queda no preço do leite pago ao produtor) e alta nos custos de produção, a margem da atividade se estreitou em outubro.

Na comparação mensal a margem do produtor reduziu 3,2 pontos percentuais e na comparação ano a ano a queda foi de 13,7 pontos percentuais.

Em curto prazo, o câmbio mais fraco e o ritmo mais lento das negociações no final de ano poderão manter o mercado mais calmo para os alimentos concentrados. Além disso, a safra de capim que está começando, deverá aliviar a necessidade de suplementação.

Fonte : Scot Consultoria