Expectativa de maior demanda dá firmeza ao mercado do boi

Com a expectativa de maior consumo de carne devido às festividades de final de ano, os frigoríficos buscam abastecer os estoques para atender a demanda da segunda quinzena do mês. Nos estados em que a oferta de boiadas terminadas não acompanha o ritmo do consumo, os preços da arroba do boi subiram no fechamento da última terça-feira (11/12). Isso ocorreu em seis praças pecuárias. Como exemplo, no Norte de Minas Gerais a cotação subiu R$1,50/@ na comparação dia a dia, na região as escalas de abate atendem, em média, três dias.

Em Rondônia, as chuvas em algumas regiões do estado dificultaram os embarques, diminuindo a disponibilidade de animais para abate, o que gerou alta de 0,7% para o preço do boi gordo. Em São Paulo, o referencial de preços subiu 0,3% frente ao último fechamento (10/12), e as escalas de abate paulistas giram em torno de cinco dias. A maior demanda pela carne refletiu também no mercado atacadista de carne com osso, que teve valorização de 1,0% e o boi casado de animais castrados está cotado, em média, em R$10,15/kg.

Fonte : Scot Consultoria