Preços da soja em alta no Brasil

As cotações da soja tiveram na última quinta-feira (08.02) mais um dia de ganhos nos preços do mercado físico brasileiro, acompanhando os lucros registrados na Bolsa de Chicago (CBOT). De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, em média os preços subiram 0,37% nos portos e 0,64% no interior do País.

Segundo o analista da T&F, Luiz Fernando Pacheco, essa subida veio com o fechamento em alta de US$ 4,75/bushel da soja em Chicago e com o aumento de 0,13% no Dólar norte-americano frente ao Real no Brasil. Com isso, as cotações se distanciam cada vez mais do nível de suporte dos últimos 30 dias.

“À medida que o mercado oficial vai constatando a redução da safra argentina (e o USDA nem reconheceu todo este potencial de perdas hoje, como já tínhamos adiantado), aumentam as oportunidades de todo o complexo brasileiro de soja: tanto na exportação do grão, como no mercado interno, porque deve se elevar a demanda para esmagamento, puxada pela elevação do percentual de óleo de soja a ser utilizado no biodiesel, como no eventual (e provável) aumento do volume de exportação de farelo brasileiro (ainda não reconhecido também nem pelo USDA, nem pela Conab) que, poderá, eventualmente, tomar o lugar do que não for possível exportar pela Argentina”, comentou o analista Luiz Fernando Pacheco.

O 5° Levantamento da Safra de Grãos no Brasil, divulgado pela Conab, na semana passda, revela uma estimativa conservadora do órgão estatal sobre a produção da safra brasileira de soja para 2017/18. De acordo com Pacheco, as boas notícias são as fortes reduções dos estoques finais de soja em grão e de óleo de soja para esta temporada, o que faz prever possibilidade de aumento de dos preços.

Fonte : Agrolink