Produtores de algodão enfrentam dificuldades no plantio

Entre a segunda-feira (11) e quarta-feira (13), a passagem de uma frente fria pelo Sul do Brasil deixa o tempo instável e com previsão para chuva generalizada em grande parte da região. Esse sistema deve provocar chuva no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul e faixa oeste e sul do Mato Grosso.

A chuva na Região Sul permitirá a manutenção da umidade do solo , garantindo boas condições ao desenvolvimento das lavouras de inverno e do seu plantio. Apesar da colheita do milho já estar ocorrendo em algumas propriedades, a chuva que prevista neste começo de semana, não prejudicará já que serão de curta duração. O mesmo irá acontecer com as lavouras de citros, café e cana-de-açúcar, já que a chuva será de curta duração e fraca intensidade.

Tendência
Entre quarta (13) e a quinta-feira (14), o tempo volta a abrir em grande parte da Região Sul e apenas a faixa central do país conta com algumas áreas de instabilidade . Como de costume, após a passagem da frente fria, uma massa de ar polar avança novamente pelo Sul e leva o declínio acentuado das temperaturas.

Há riscos de novas formações de geadas, principalmente no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Mas assim como as últimas, a geada será de fraca intensidade e sem prejuízos às lavouras . Essa condição climática não deve atingir áreas de milho safrinha, café e nem tão pouco de cana-de-açúcar.

Até o momento, nenhuma geada significativa ocorreu, apenas geadas muito leves e de fraca intensidade. Esse fato é ruim aos produtores gaúchos e catarinenses, uma vez que as geadas de moderada a forte intensidade ajudariam no controle de ervas daninhas, pragas e doenças . Como o trigo está em fase inicial de desenvolvimento, um frio mais extremo agora não afetaria em nada a planta.

Situação do Algodão
As baixas temperaturas no Mato Grosso têm prejudicado as aplicações de desfolhantes e maturadores na cultura do algodão. Por conta disso, muitos produtores estão com dificuldades em realizar tais procedimentos. No entanto, as lavouras não chegam a ter prejuízos , mas ainda assim, tem a condução, manejo e, principalmente, o cronograma de colheita atrapalhados.

As quedas constantes nas temperaturas noturnas têm provocado um aumento na quantidade de orvalho depositado sobre as plumas de algodão, afetando o início do plantio . Mas até agora os produtores não tem do que se queixar em relação as estimativas de produtividade, uma vez que o clima foi bastante benevolente a cultura nessa safra.

Fonte : Agrolink com inf. de assessoria